BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

segunda-feira, 2 de março de 2009

Que aperto!






Hoje foi um dia apertado para nós aqui em casa ( principalmente eu e minha mãe né) porque nossa cachorrinha Suzy está doente.



Minha mãe que levanta primeiro viu e me chamou pra mim ajuda-la e ai fiquei na maercearia enquanto ela via o que a cachorra tinha.



Estava vomitando, evacuando sangue, desidratada e fraca.



Na hora eu achei que era parvovirose e minha mãe desconfiou mas tinha tambéma possibilidade de ser envenenamento ou intoxicação alimentar.



Ai minha mãe foi na farmacia comprou um remedio anti-vomito fez soro caseiro e deu para ela.



E ficou a manhã praticamente inteira observando a cachorra e eu também.



Como eu nem minha mãe dirigimos, estavamos louco pra que meu pai oumeu irmão chegasse para levar a cachorra na veterinaria (gratuita) e ai que parecia que eles demoraram mesmo.



Quando eles chegaram o almoço tava atrasado, meu pai doido de fome, meu irmão não querendo ir sozinho. Ai experei minha mãe acabar de fazer almoço ela desceu e fomos pegar a Suzi por em uma caixa, levamos.



Chegando la a veterinaria estava em horario de almoço.



Ai meu irmão voltou pra casa com a cachorra e eu fui no centro da cidade , mas não fiz nada direito , não tirava meu pensamento da Suzi, estava doidinha pra chegar em casa e ver como ela estava.



Quando cheguei ela estava do mesmo jeito só que com a carinha mais abatida.



Meu pai vai trabalhar no carro, de onibus não tem como levar cachorro, todo mundo que eu conheço e que tem carro eu liguei pra ver se podiam me levar na veterinaria com ela , Ninguém.



Ai eu pensei e percebi , SE NÃO FOR EU ATRAS DE VETERINARIO PRA SUZI NINGUÉM AQUI DE CASA VAI.



E deu aquele sentimento de sozinha no mundo, e que ou vai ou rocha e fui.



Chamei um mototaxi.



Pus a Suzi em uma caixinha , ela coitada, tava toda suja de sangue , e o moço da moto cheguou fui la e expliquei pra ele a situação e nossa, ele entendeu de boa, foi devagar pra mim nem ela cair.



Chegamos la na veterinaria gratuita ela bateu o olho na Suzi e disse Parvovirose e me perguntou se eu tinha dado vacina, disse a verdade que não. Ela falou este caso é de internação.

Essa foto é forte né, porem real


Ai eu ja tava la, na minha responsabilidade, agora internar era em clinica veterinaria particular e não vai sair barato, eu tinha que decidir ali na hora, eu não tenho renda, não tenho conta em banco não tenho nada, estava arriscando muito alto.



Pois é , mas arrisquei.



Falei pro moço assim, vamos embora, me leva lá.



E fomos , quando chegamos na clinica ele desceu comigo , me acompanhou pra todo lado.



A veterinaria examinou a Suzi e me falou que por ela ser vira - lata e por ter agido rapido ela tinha boas chances, que realmente tinha quer internar e eu falou pode , claro.



Ai ele foi pra uma sala lá e eu fiquei na recepção esperando ela dar um soro no Suzi e o moço la comigo, eu tava nervosa porque é uma incerteza de que ela ficara bem, e ele tranquilo, o cachorro dele ja teve isso e passou.



Ai muito tempo depois a veterinaria me chamou e fui la ver a Suzi, ela esta com soro na patinha esquerda uma gracinha, mas muuuuuuuuito fraca ainda.



A veterinaria me explicou assim que esse virus da no intestino do cachorro, e que ele vai consumindo o intestino, a pele do intestino fica tão fina que rompe e quando rompe o cachorro morre, como a suzi ta evacuando sangue e ta eliminando mucosa temos que ter sorte para que ela sobreviva porque o intestino dela esta bem delicado. Não da pra saber se rompeu nem nada.



A saúde da Suzi depende só disso porqque quando a Isabela ( a veterinaria) colocou o soro e passou alguns minutos ela ja hidratou rapidamente e isso é muito bom.



Agora é fé em São Francisco de Assis para que a Suzi volte sã e salva para casa.



Mas ja tenho essa fé!







Cheguei em casa o onibus que vou pro curso ja tinha passado, ai tive que esperar o outro que chega super atrasada na aula.



Suzi hoje ocupou meu dia todo.



Agora uma coisa eu digo, esse moço da moto me ajudou demais me acompanhando, ele nem sabe o quanto, agradeci demais pra ele e mesmo assim acho pouco.



Acho que foi Deus que mandou ele estar na moto nesta hora.

3 comentários:

Café da Madrugada® Lipp & Van. disse...

Que triste!
Mas vai dar tudo certo!
Vou torcer.
E esse moço, um anjo mesmo!

Nanda Assis disse...

nossa amiga, fui lendo fui lendo e me lembrando de uma que tive e perdi com esta doença, realmente uma doença terrivel e que age rapido, vc fez a coisa certa enternando ela coitada, acho lindo seu amor pelos animais.
fiquei comovida, e espero que vc tenha pegado o numero do celular do moto taxi, pra que vc vire freguesa! bons profissionais estão raros.

bjosss...

Carol disse...

Oiiiiiiietudo??
nossa ja passei por situações como a tua!
UHHHULLLLL inumeras, pq sempre tive animas de estimação e por isso sempre acontecem acidentes, vou torçer pela suzi!
beijocas